De volta a SP

em

Foi uma aventura essa última semana de preparação. No meio do Jalapão. Cercado de atores experientes e também inexperientes. Para mim é difícil falar de não-ator. Como é difícil falar em não atuar. Para mim são todos atores. Alguns seguem fazendo isso outros não. Alguns se aprofundam, se reciclam e se aperfeiçoam. Outros não. Alguns batalham muito para conseguir espaço. Outros já conquistaram e batalham para conseguir continuar.
Emocionante foi me despedir dos meus amigos do Xingu. Os povos indígenas são muito especiais. Aprendi muito com eles.
Abrir os olhos para ver algo diferente é bom.
Ter sucesso é uma questão de ponto de vista.
Ter prazer é algo muito especial.
O que vi neles foi um prazer enorme em viver. E não confundir com satisfação ou passividade.
Para fazer uma festa só precisa cantar e dançar.
A vida na aldeia é celebrada em cada detalhe. Tudo é um grande ritual.

1 comentário Adicione o seu

  1. Maravilha!!!!! Preciso passar minhas férias lá! rs! Que bom!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s